Bahia

Delegado pede exumação do corpo de primeira criança morta em Maragogipe

Escrito por Pesquisa Web em 18 de Agosto de 2018
[Delegado pede exumação do corpo de primeira criança morta em Maragogipe]

Mãe e as duas filhas tiveram os mesmos sintomas. 

No final da tarde de sexta-feira (17/8), foi entregue o laudo cadavérico preliminar dos corpos de Adriane Ribeiro Santos, de 23 anos, e de sua filha, Ruthy Santos da Conceição, de apenas um, mortas em duas segundas-feiras, no município de Maragogipe, localizado no recôncavo baiano.

De acordo com documento, nos corpos não haviam substâncias toxicológicas. A polícia, porém, trabalha com a possibilidade de envenenamento. O corpo da terceira criança, de cinco anos, poderá ser exumado, a pedido do delegado que investiga o caso, Marcos Veloso. O pedido de exumação ainda passa por uma avaliação da Justiça.

Em contato com o tio das meninas, conhecido no local como Didi da Avenida, informou que o Departamento de Polícia Técnica (DPT) solicitou novos testes por achar que as amostras não foram suficientes para comprovar a causa das mortes. Fonte: Aratu Online*

Compartilhe!